Páginas

quinta-feira, 14 de julho de 2011

NO BATIZADO, O CAPOEIRISTA GANHA APELIDO

O capoeira sempre é chamado por um apelido que lhe é dado na roda. Foi assim que ficaram famosos os mestres João Grande, João Pequeno, Cobrinha Verde, Camisa e Canjiquinha. Esse nome de guerra geralmente e dado na ocasião do batizado, momento em que o aspirante jogaria pra valer pela primeira vez.

Segundo Aristeu Oliveira dos Santos, o paranaense Mestrinho, a ocasião serve para testar os conhecimentos de quem está sendo batizado.

O ritual foi inventado por Mestre Bimba, para marcar o fim da etapa de iniciação.

Na época o criador da capoeira Regional entregava um lenço ao seu discípulo, baseado no costume dos antigos valentões de Salvador que protegiam o pescoço com um pedaço de seda para que a navalha do inimigo escorregasse.

Esse costume, influenciado pelas faixas coloridas das artes marciais orientais, inspirou os cordéis da capoeira.


Os ortodoxos não aceitam o sistema de graduação.
Acreditam que alguém só pode ser chamado de mestre quando sua vocação de educador e sua sabedoria de conselheiro, alem da habilidade “aparecerem naturalmente”.

Mais muitas academia adotaram o sistema hierárquico montado pela confederação Brasileira de Capoeira, com a combinação das cores da bandeira do Brasil.

 CONHEÇA O SISTEMA DE GRADUAÇÃO DO GRUPO GINGA BRASIL.

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário